A culinária da América Latina pode ser considerada uma das mais ricas do mundo. Isto se justifica cor diversas razões que passam por questões culturais, misturas étnicas e por conta da diversidade de alimentos – ou pela escassez – que podem ser encontrados, ou não, nos países que formam a latinidade. Na Colômbia, por exemplo, alguns dos pratos típicos podem ser também apreciados em outros países, como Venezuela, Peru, México, Panamá e Argentina. Embora algumas informações apontem que no Brasil os mesmos pratos sejam apreciados, a culinária local é bastante variada e pouco difundida em outros países da América Latina.

Há uma variedade grande de alimentos que são consumidos nestes países, como vegetais, tubérculos, frutas, verduras, condimentos, que, juntos se fundiram e geraram as comidas típicas latinas.  Entre os pratos mais consumidos estão:

1- Lechona: trata-se de um prato feito a base de carne de porco, ervilha, cebolas, arroz e algumas especiarias. Para quem não está muito acostumado, pode ser um prato muito estranho, já que tudo isto é posto em uma panela de barro e levado a um forno de tijolos ao ar livre. O processo de cocção não é um dos mais rápidos, a lechona leva cerca de 10 horas para ficar no ponto para ser servida. Na Colômbia, é um dos pratos mais apreciados. Pode ser servido com arepas, pequena tortinhas de milho que lembram muito as tradicionais panquecas de farinha de trigo. Guardadas as devidas ressalvas, a lechona lembra muito arroz de forno, servido no Brasil.

2- Empanadas: este prato apresenta uma larga variação nos países que constituem a América Latina e podem ser encontrada em quase todos eles, em especial na Argentina. As empanadas nada mais são do que pastéis assados – ou fritos às vezes – recheados com carne de porco, boi ou de frango. As empanadas são largamente consumidas e podem ser encontradas em qualquer bar – literalmente – na Argentina, em particular na cidade de Buenos Ayres. A massa das empanadas é a base de farinha de trigo e gordura hidrogenada – a famosa banha – o que faz do prato muito gorduroso. E não é apenas isto, os recheios também não ficam atrás, podem conter um teor de gordura bem alto, já que a carne usada no recheio em geral não é a mais magra.  Uma variação da empanada argentina é a empada brasileira, que leva quase os mesmos ingredientes em sua composição.